<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, abril 12, 2004

Negociações com o MCOTA - O que nos espera!? 

"A aproximação da realização da segunda reunião com os representantes do Ministro das Cidades, Ordenamento do Território e Ambiente, marcada para o próximo dia 16 de Abril, leva-nos a questionar que expectativas temos para a mesma.

Como oportunamente a Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública divulgou em comunicado dirigido aos Vigilantes da Natureza, muito pouco de concreto foi possível alcançar na primeira reunião o que, das duas uma, pode evidenciar uma estratégia deliberada de fazer passar o tempo sem que nada de objectivo resulte das negociações, ou pode significar que faltou ao MCOTA a definição das linhas de actuação no processo em que diz querer estar envolvido.

Ainda que com cepticismo, aceitámos marcar uma segunda reunião, onde questões e propostas muito mais concretas deverão ser debatidas: FORMAÇÃO PROFISSIONAL e UNIFORMES.

O cepticismo que temos, resultado de muitos contactos infrutíferos, de muitas reuniões frustradas, de promessas mil, de silêncios prolongados e de indiferenças perante problemas constantes, pode esbater-se se o MCOTA demonstrar inequivocamente a sua vontade de dar resposta às reivindicações apresentadas e que no essencial têm a ver com a necessidade de melhorar as condições de trabalho dos Vigilantes da Natureza.

Como todos sabemos, os "ventos" não estão de feição para os trabalhadores da Administração Pública, nem para as funções sociais que o Estado deve desempenhar - a preservação do Ambiente e da Natureza é uma delas(!).

Logo, são de esperar dificuldades mil até vermos concretizadas as aspirações que temos. Tal como aconteceu com o processo de negociação do Decreto-Lei nº 470/99(Regime de Trabalho dos Vigilantes da Natureza).
Ou já nos esquecemos que por três vezes iniciámos o processo e o vimos abrupta e injustificamente interrompido pelo Ministério do Ambiente?

Desistimos na altura? Não!

Ganhámos forças, voltámos a lutar e a negociar. O resultado acabou por aparecer.

Se não fosse assim, teríamos tido ocasião de ver o 470/99 aprovado, com o conteúdo que o mesmo tem, favorável aos Vigilantes da Natureza?

Claro que não!

Daí a necessidade de, em forte unidade, com muito empenho e persistência, darmos continuidade a este processo."



Rui Raposo, rraposo@fnsfp.pt
Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública
Responsável pelo Grupo de Trabalho dos Vigilantes da Natureza

P.S.: Entretanto, após se ter recebido este artigo, o MCOTA mais uma vez adiou a reunião marcada, a qual passou para dia 21/04. Vamos a ver se realmente vai acontecer!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?